Como lavar uma fralda Ecológica

Lavagem:
Para uma atitude ainda mais sustentável, visando a economia de recursos naturais,
recomendamos acumular as fraldas sujas para lavar várias de uma vez na máquina cheia.
Pode-se deixar acumular algumas fraldas em balde tampado (para evitar que moscas
pousem e ponham ovos e também para evitar que o cheiro de urina se espalhe pela casa),
ou em sacos impermeáveis próprios para fraldas.
Separe as fraldas de cocô para fazer uma pré lavagem, removendo o excesso em água
corrente no tanque antes de por na máquina.
Use a quantidade de sabão recomendada pelo fabricante e dê preferência por sabão líquido
que tem um desempenho melhor e sai com mais facilidade durante o enxágue.

Antes de iniciar o ciclo de lavagem na máquina, selecione um ciclo rápido ou de enxague
para remover o excesso de urina das fraldas, assim a lavagem é mais efetiva e evita
acúmulo de amônia nos tecidos.
Lave em ciclo longo, evite água quente e seque a sombra. Se após a lavagem
permaneceram manchas de cocô, coloque a parte manchada exposta ao sol, a mancha
oxida e some como mágica.
Os absorventes podem sempre secar ao sol, podem ficar de molho e irem na secadora.

Lavagem especial:
Com o tempo de uso, dias chuvosos e até mesmo intervalos grandes entre lavagens, as
fraldas podem apresentar mau cheiro persistente ou manchas mesmo após limpas.
Nesses casos recomendamos fazer a lavagem profunda das fraldas (também chamada de
stripping).
A lavagem profunda começa como uma lavagem normal.
Remova quaisquer resíduos sólidos e coloque as fraldas de molho em água sanitária diluída
segundo as recomendações do fabricante por no máximo 30 minutos. Se perceber manchas
próximos aos elásticos, estique-os e use uma escovinha com sabão ou percarbonato de
sódio (vanish) para remover qualquer resquício que possa ter se acumulado nas dobras ou
nas costuras.
Para os absorventes, pode-se deixar de molho por mais tempo, usar sabão em barra, água
quente, etc. como preferir. Apenas atente-se para enxaguar bem e não deixar resíduos de
produtos químicos nas fraldas.
Após o molho, descarte a água espremendo (e não torcendo) a fralda e os absorventes e
coloque na máquina para lavagem comum. Quando terminar o ciclo, repita-o novamente e
programe a máquina para repetir o enxágue mais uma vez. Ou seja, as fraldas serão
lavadas duas vezes seguidas. Após essa lavagem, suas fraldas estarão como novas,
brancas e cheirosas.
Atenção: Se seu absorvente possui a "camada seca", não ferva-os para não danificar esta
camada.

Desimpermeabilização:
Com o uso de pomadas para assaduras em excesso, lavagem incorreta das fraldas e goma
dos tecidos (no caso de fraldas e absorventes novos) pode ocorrer a impermeabilização
dificultando a rápida absorção do xixi e causando vazamentos.
Para resolver este problema, existem alguns produtos que podemos fazer uso no momento
da lavagem:

● Água morna
● Detergente neutro (de louças)
● Xampu antirresíduos
● Vinagre
Para essa lavagem, use sempre água corrente. A água morna amolece a goma e facilita a
lavagem, mas deixar de molho não é efetivo pois “espalha” o resíduo para outras áreas do
tecido ou para outros tecidos no mesmo recipiente. Nesta lavagem pode-se fazer uso de
detergente neutro ou xampu antirresíduos pois facilitam a remoção destes resíduos. Faça
vários ciclos de enxágue e se quiser usar vinagre, acrescente 1 copo para cada 3L de água.
Atenção: Sempre lave as fraldas novas antes do primeiro uso, o processo de fabricação dos
tecidos pode deixar resíduos e causar alergias na pele do bebê.

 

Pague com
  • Mercado Pago
  • Mercado Pago
Selos

Lais Caroline de Moraes Camargo Ravache 08744916906 - CNPJ: 36.393.030/0001-52 © Todos os direitos reservados. 2021

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência em nosso site. Para saber mais acesse nossa página de Política de Privacidade